Notícias

Greve dos Correios tem 30% de adesão em Sorocaba

Greve Correios

Cerca de 30% dos funcionários dos Correios em Sorocaba teriam aderido à greve nacional da categoria na manhã desta segunda-feira (12). A estimativa é da regional de Sorocaba do Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares de São Paulo. De acordo com o diretor da entidade, Gilmar Gomes da Silva, a categoria sofre com a precarização das condições de trabalho, com sobrecarga de serviços, insegurança, hostilidade da população e ainda mudanças no plano de saúde.

Está em julgamento, no Tribunal Superior do Trabalho (TST), alteração defendida pela gestão da estatal no plano de saúde dos trabalhadores que retiraria pais, filhos e cônjuges da cobertura. Ainda segundo Gilmar, atualmente os funcionários pagam somente os serviços utilizados, mas com a mudança também pagariam uma mensalidade.

O diretor reclama da falta de reposição do quadro de funcionários, sendo que não seriam realizados concursos desde 2001. A situação sobrecarregaria os trabalhadores e prejudicaria os serviços. “Eles estão sucateando os Correios”, afirma. Gilmar aponta ainda a insegurança dos carteiros devido aos assaltos e hostilização da população — revoltada com os problemas do serviço. “A população tem que entender que não é culpa dos carteiros”, diz. A paralisação seria por tempo indeterminado.

Os Correios foram questionados sobre a adesão à paralisação em Sorocaba e o reflexo nos serviços — além das reclamações da categoria — sendo que a reportagem aguarda o posicionamento da estatal.

Fonte – Cruzeiro do Sul